E se o teu site fosse ao Shark Tank?

Shark Tank

O Shark Tank vai começar em Portugal. E se tu fosses ao programa para apresentar o teu negócio? Sentes-te preparado para tal desafio? Não?

E que tal se enviasses o teu site para fazer esse trabalho por ti? Afinal ele está todos os dias disponível (seja para um tubarão ou potencial cliente) sempre pronto a explicar o teu negócio. Já tinhas pensado nisso?

Na Kaksi Media não fazemos sites, ou melhor, não fazemos apenas sites. Tentamos criar uma plataforma que possa trazer mais negócios para o teu projeto.

Como base de cada projeto, investimos em 4 pilares (processos esses também comuns à criação de um pitch, afinal tanto num caso como noutro, tudo se resume a comunicação):

Testa, corrige, testa, corrige, testa….

Ninguém nasce ensinado, e muito menos consegue acertar no modelo ideal à primeira tentativa. Não me venhas com a história “ah, mas eu conheço um tipo….”, não há outra maneira de dizer isto a não ser desta forma: “NINGUÉM ACERTA NO MODELO IDEAL À PRIMEIRA TENTATIVA!!!”

Sendo assim, há que testar o teu site over and over até sentires (não só tu, como os teus parceiros, clientes e potenciais clientes) que está a dar resultado. Já o Miguel Gonçalves gritava a plenos pulmões: “Se não os tens a tremer é porque não está a acontecer!”, e o mesmo deve passar com o teu site, ele terá MESMO  de passar o teste da indiferença, fazer vibrar quem o visita.

Não tenhas medo de testar novas formulas e está atento ao feedback que obténs e analisa as métricas associadas ao teu site.

Criatividade, creativity, créativité ou kreativnost

Podes tentar expressar-te através de vários idiomas no teu site, mas a fórmula é única: “Tens de utilizar a tua criatividade no teu dia-a-dia e no teu site também”. Cada vez mais ouvimos a triste frase que afirma que os sites parecem-se cópia uns dos outros. Se não te sentes capaz de criar ou alterar um tema e aspeto do teu site, pelo menos aposta no conteúdo: “Conteúdos adequados, originais e de qualidade. Desde textos, imagens, enfim, informação que acrescente valor ao seu público alvo.”

Lembra-te que o que separa um artista de um sósia dele, é exatamente o mesmo que te pode separar de alguém (ou alguma empresa) que utiliza o mesmo tema que tu no website: Aparentemente iguais, mas diferentes quando dão largas à sua criatividade.

“Todos diferentes, todos iguais” ou “Todos iguais, todos diferentes”

Assume a diferença! Esquece os slogans da Benetton, e grita:”É bom ser diferente”. Só assim poderás diferenciar-te e criar uma imagem impactante.

Cria a tua marca e abusa dela. Não sejas mais um, sê inesquecível.

Borrifa-te para a concorrência

Tu és bom, não tens de ser o melhor. Ou seja, apresenta os teus resultados, mostra o que podes fazer, mas não te compares à tua concorrência. Esteja ela acima, ao teu nível ou até abaixo.

Simplesmente esquece-te que ela existe e nunca te refiras a ela. Afinal, ao contrário do que é comum dizer que a concorrência faz bem, tu deves definir o teu caminho independentemente do que a concorrência ande a fazer. Por exemplo, alguém acha que o Cristiano Ronaldo iria treinar menos se não existisse o Messi? Sê o CR do teu negócio.

Para terminar

Testa, sê criativo, assume a diferença e olha em frente. Se queres que o teu site esteja num mar agitado, escolhe ser Tubarão e não isco (e de preferência, leva a Kaksi como tua companheira).

Gostamos muito da companhia de outros tubarões, mas isso já tu sabias, certo?

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

passionate about the internet. social media lover and wordpress geek.

Queres receber as nossas mensagens semanais o teu email?

As nossas mensagens são compostas por pequenos textos escritos a pensar em ti (sim a sério, a pensar em ti).

Não enviamos SPAM porque também não gostamos de o receber.