És um foodtógrafo? Então fala com o chef!

petiscos chouriço assado

Quem nunca teve a tentação de fotografar o seu prato durante um jantar num restaurante para depois o ‘partilhar’ com amigos e seguidores?

Já pensaste que o chef ou cozinheiro poderão não gostar da tua atitude?

Hoje em dia é quase impossível entrar num restaurante e não ver alguém com um smartphone, seja para falar, ou então para fotografar comida. Seja porque vai comer uma francesinha deliciosa, um prato de tripas, uma sobremesa gourmet, ou até a bela da bifana. Mas a foto, essa não se pode perder.

Mas alguma vez pensaste em pedir autorização para fotografar a comida? Não? E não achas que devias?

Vamos começar por aqueles que não sabendo tirar fotografias querem registar tudo o que lhes cai na mesa. São a dor de cabeça de qualquer restaurante. Por vezes estes clientes podem arruinar um restaurante e ninguém se apercebeu porquê – a menos que vejamos as fotos 😉

Quem não conhece a Martha Stewart? Uma avozinha muito famosa nos Estados Unidos (e também no resto do mundo) habituada às lides domésticas e aos assuntos culinários. Há algum tempo, Martha decidiu publicar na sua conta de Twitter as fotos dos pratos que fazia:

Bem, acho que me fiz entender 😛

Os pratos até podiam ser bonitos e saborosos, mas ao ver estas imagens não sei se será comida de um restaurante ou da prisão de Custóias (nunca lá estive, mas imagino que não seja gourmet).

Mas imaginemos que tu até sabes tirar umas fotografias, mas já pensaste que… as técnicas de empratamento são diferentes se estivermos a conceber um prato para ser comido, ou para ser fotografado?

Mas tu queres guardar (ou partilhar) a imagem do prato que irás comer. Para ti a refeição é um acontecimento, e estás disposto a visitar os melhores restaurantes para provar os melhores pratos, e apenas queres uma recordação. Numa altura em que a memória visual é demasiado solicitada para conseguir fixar tudo, a fotografia pode perfeitamente funcionar como uma segunda memória.

É razoável, mas fala na mesma com o chef, explica-lhe as tuas motivações, e quiçá até terás uma experiência mais rica, porque falaste apaixonadamente com o ‘criador’ da tua refeição. No entanto tem cuidado com os restantes clientes, não os incomodes com as tuas fotos, seja por causa do barulho ou até dos flashes.

Por fim, pensa no destino que irás dar às tuas fotografias. Explica ao chef o que irás fazer às tuas fotos. Existem casos, de foodtógrafos que partilham as fotos de um chef ou restaurante, para depois dizerem que estiveram noutro sítio 🙁

Tal como o direito de autor protege uma obra criativa, há quem argumente que um prato de comida também é suscetível de ser protegido.

França e Suiça já contam com restaurantes onde é proibido tirar fotografias, para tal, a lei protege os restaurantes estabelecendo que basta que o restaurante afixe em regulamento ou em cartaz a proibição. E a moda está a pegar, passando dos restaurantes para as boutiques de doces gourmet.

Neste momento, há vários chefs que encabeçam a luta da proteção das suas obras-prima, seja para se protegerem de possível espionagem de outros chefs, para se protegerem da rentabilização das suas obras por parte de terceiros (através de venda das imagens), ou simplesmente para protegerem o seu negócio das Martha’s deste mundo.

Mas o mundo não pára

E cada vez aparecem mais locais para partilharmos as imagens da nova tara fotográfica. O food porn veio para ficar e cada vez vemos mais fotos de comida no Instagram (Jamie OliverJulie’s Kitchen, Lindsay HuntTim Melideo, entre muitos outros), no Pinterest, no TasteSpotting, no Food52 ou no FoodBuzz. Mas nem tudo vive à volta destas redes, e temos outros projetos já a funcionar em pleno em terras Lusas, onde destacamos o FoodSpotting.

Sejas um nabo a fotografar, ou um profissional, não te esqueças de falar com a D. Maria da cozinha e pedir autorização para fotografar a comida e explicar o que pretendes fazer com as fotos.

Depois trata de comer, porque já a minha avó dizia, que a comida quer-se comida quente, mas isso já tu sabias, certo?

Pedro Fonseca

Pedro Fonseca

passionate about the internet. social media lover and wordpress geek.

Queres receber as nossas mensagens semanais o teu email?

As nossas mensagens são compostas por pequenos textos escritos a pensar em ti (sim a sério, a pensar em ti).

Não enviamos SPAM porque também não gostamos de o receber.