Como os bons filmes de acção ajudam a comunicar com eficácia

Estás cansado de ‘falar para o boneco’? De ter uma comunicação banal e que não te traz os resultados que desejas?

A fórmula que te vou apresentar é, provavelmente, a resposta para as tuas preces.

É sobre filmes de acção. Melhor: sobre como os bons filmes de acção ajudam a comunicar com eficácia.

Seja em publicações nas redes sociais, seja em vídeos, seja em email marketing, seja cara a cara, de pessoa para pessoa.

Ei, antes de começares a torcer o nariz e a dizer para ti mesmo que ’não gosto de filmes de acção’, acompanha-me por um instante.

Aquilo que tenho para dizer, e que aposto vai fazer o teu dia, é que ver bons filmes de acção é muito mais eficaz que um MBA numa qualquer universidade sobre como comunicar com sucesso para convencer potenciais clientes.

Pega nos melhores filmes de acção dos anos 80 e 90, em particular.

Os “Die Hard”, “Arma Mortífera”, “Matrix”, entre outros, e observa como tudo se desenrola.

A introdução. O desenvolvimento. O problema. A acção. O humor. O desenlace.

Dedica especial atenção à forma como os momentos de diálogo e as cenas de acção se sucedem.

Como depois de umas trocas de palavras temos uma explosão. BAAAMM…

Depois regressam as palavras (por vezes com toques de humor) e logo a seguir uma perseguição. Depois mais palavras e uns quantos tiros. BANG, BANG

Quebra padrões para manter a atenção

Tudo com o objectivo de quebrar padrões e assim manter as pessoas coladas à cadeira, sem distrações.

Não, não queremos que te envolvas em perseguições a alta velocidade na estrada até que o ponteiro já a tremer indique os 200 km/h.

Muito menos que te metas num tiroteio.

Tudo para te fazeres ouvir.

Nada disso.

Aquilo que sugerimos é que comuniques dessa forma para manter a atenção das pessoas.

Sim, apresenta os teus factos e benefícios dos teus produtos e serviços mas não te percas em detalhes superficiais (só porque achas que são muito importantes).

Se andares em ‘rodriguinhos’ é muito provável que percas a atenção das pessoas cuja atenção desejas preservar.

John McClane não derrotou os terroristas que fizeram o assalto ao arranha-céu só com conversa fiada (embora tenha sido importante).

Teve de fazer uso dos músculos para alcançar o sucesso e derrotar os maus.

Mas como fazemos isso?

Ainda bem que perguntas.

5 regras para uma comunicação que segue os filmes de acção

Quando comunicares…

  • intercala frases curtas com frases longas (seja por escrito ou oral) para manter o ritmo;
  • apresenta a funcionalidade mas contextualiza-a com um benefício, indicando porque é importante (em Matrix, Neo fez uma escolha entre o comprimido vermelho e o azul mas só depois de saber o que estava em jogo);
  • mostra como tudo acontece em cada funcionalidade / benefício, seja em imagens – fotos ou vídeo -, seja através de linguagem visual (fala de cores, ruídos, movimentos), para que o cliente possa imaginar-se a utilizar o produto ou serviço;
  • aponta às vantagens e coisas positivas do teu produto ou serviço, sem esquecer que não faz torradas (a menos que o teu produto seja uma torradeira), porque as pessoas procuram resolver o seu problema e não salvar o mundo;
  • aborda, sem exageros, as coisas negativas que podem acontecer se não te comprarem o produto ou serviço, explicando que se não der o passo em frente, o problema continuará por resolver (a questão da escolha entre o comprimido azul ou vermelho que Neo teve de fazer).

Consistência e regularidade são essenciais

Desta forma estarás cada vez mais perto de teres uma comunicação que converte.

No entanto, isto não será suficiente, se só apareceres de longe a longe e sem uma comunicação activa e eficiente.

Para que alcances os resultados que desejas tens de aparecer com regularidade e consistência. Este é um filme longo e com diversas partes, com sequência…

José Freitas

José Freitas

Jornalista de profissão, aficionado do WordPress em projectos pessoais e colaborativos. Cinema, música, tecnologia, fotografia e mais umas coisas. De vez em quando assobia e alguma coisa acontece.

Queres receber as nossas mensagens semanais o teu email?

As nossas mensagens são compostas por pequenos textos escritos a pensar em ti (sim a sério, a pensar em ti).

Não enviamos SPAM porque também não gostamos de o receber.