As regras para uma estratégia de marketing de conteúdo

iglo esquimós

Vamos fazer uma experiência? Vamos tentar vender frigoríficos aos esquimós? E vamos querer vender 500 no espaço de um mês. Claro que iremos ver como está a concorrência para tentar fazer melhor. Depois vamos complicar tudo oferecendo uma gama de mais de 50 produtos muito parecidos. E mesmo que esta nossa iniciativa não resulte vamos insistir. Até ao sucesso ou até ao fim.

O arranque do texto foi uma pequena provocação, que serviu o seu propósito: dar o mote à apresentação dos dados a ter em conta na criação de conteúdos para o teu website.

Afinal foi o prometido quando dissemos que a tua empresa, o teu negócio, precisa de marketing de conteúdo. Não é uma opção é uma obrigação.

Para que seja eficaz é necessário analisar algumas características.

Encontra o teu público

O primeiro de todos os passos é definir o público-alvo ou, se preferires, a tua audiência prioritária. Esquece a ideia de que toda a gente pode ser tua cliente. Desta forma vais poder estabelecer os objectivos centrais que os teus conteúdos (texto, imagens) devem respeitar. Têm de corresponder com a actuação da tua empresa e a tua linha de negócio.
Se não sabes qual é o teu público-alvo a história já é outra e o primeiro passo é responder a esta questão.
É mesmo aos esquimós que pretendes vender frigoríficos?

Determina os teus objectivos

São os teus objectivos, não os de mais ninguém. Por isso, estabelece marcas realistas, adequadas à realidade do teu público-alvo e do negócio que pretendes promover. Lembra-te que os objectivos podem ser sempre alterados.
Criar e publicar conteúdo no teu website ou noutros meios, como panfletos, brochuras e flyers, não é algo que se faça de ânimo leve. Se a tua ideia é vender 500 frigoríficos por mês aos esquimós tens de criar marketing de conteúdo ajustado e diversificado. Ensina como se deve conservar a carne, o peixe, os vegetais.

Analisa a concorrência

Dar uma olhadela aquilo que a concorrência está a fazer é sempre importante. Não apenas nos negócios do dia-a-dia mas também no seu website e redes sociais.
Atenção que não deves copiar – nunca – conteúdos de outros sites mas podes sempre ganhar inspiração.
Como será que a concorrência está a tentar vender os frigoríficos?

Simplicidade

Utiliza o método KISS (Keep it simple, stupid). Tem em conta o público-alvo em primeiro lugar e ajusta a linguagem e as palavras mas visa sempre a simplicidade.
Não vale a pena apresentar 50 produtos parecidos. Só vai complicar a vida dos esquimós.

Aprende

Aprende sempre com os conteúdos que publicaste. Procura avaliar os seus resultados. Envia o link de alguns dos artigos a amigos ou pessoas que possam estar interessadas no tema abordado. Pede reacções. Tenta sempre fazer melhor.
Não esperes resultados imediatos. O marketing de conteúdo implica tempo mas, se bem feito, vale a pena porque podes conquistar clientes que se transformam nos mais fiéis. Tem é de ser praticado com regularidade e qualidade.
Os esquimós não estão sempre à escuta.

Se precisares de ajuda

Planear e executar uma estratégia de marketing de conteúdo, admitimos, não é fácil e leva tempo. Reconhecemos ainda que nem todas as pessoas têm qualificações para esta tarefa. Pedir a ajuda de amigos que possam ter ‘jeito’ pode ou não ser uma opção. Depende do ‘amigo com jeito’ saber o que está a fazer. Porque em vez de ajudar, pode prejudicar. Uma sugestão passa por solicitar o apoio de profissionais. Afinal, não contratas um electricista para resolver um problema de canalizações, pois não?
Se pretenderes, nós podemos dar uma ajuda.

José Freitas

José Freitas

Jornalista de profissão, aficionado do WordPress em projectos pessoais e colaborativos. Cinema, música, tecnologia, fotografia e mais umas coisas. De vez em quando assobia e alguma coisa acontece.

Queres receber as nossas mensagens semanais o teu email?

As nossas mensagens são compostas por pequenos textos escritos a pensar em ti (sim a sério, a pensar em ti).

Não enviamos SPAM porque também não gostamos de o receber.